Ministério do Interior
Governo

Polícia Nacional conta com mais 435 novos agentes

Os novos agentes concluíram o curso básico de ordem pública, destinado aos alistados na Escola Nacional de Polícia de Ordem Pública, Capolo I, e o curso de especialização de trânsito em motociclo, no Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais.

Durante a formação, afloraram matérias básicas de ordem pública, conferindo-lhes a devida certificação para o exercício de funções policiais.

Segundo o comissário chefe Paulo de Almeida, os novos agentes assumirão, a partir de agora, a alta responsabilidade patriótica de defender e assegurar os valores mais sublimes do Estado angolano.

“Ao jurarem a bandeira nacional deixaram de ser cidadãos comuns, para passar a ser agentes de autoridade, patriotas convictos, protectores e defensores acérrimos da Lei, da ordem e da segurança pública”, vincou.

O novo contingente de agentes vai fortalecer a capacidade preventiva de intervenção e de cobertura policial em Luanda.

O curso básico de ordem pública teve uma carga de 720 horas, divididas em duas fases. Desenvolveu-se com um total de 15 disciplinas, com destaque para o regulamento de ordem unida, armamento e preparação de tiro, ética e técnica policial, táctica das forças de segurança e criminalística.

Já o curso de especialização de trânsito em motociclo teve uma carga de 672 horas, com um total de 12 disciplinas, destacando-se a legislação rodoviária, técnica de segurança rodoviária, ética e deontologia policial, legislação policial e armamento e tiro.

O acto, decorrido na Escola Nacional de Ordem Pública, em Luanda, ficou marcado pelo patenteamento e entrega da carteira profissional da Polícia Nacional, desfile das forças em parada e demonstração de técnicas policiais.

Angop